11 de nov de 2008

PURO DESCASO... E NINGUÉM FAZ NADA !

Bravo ! Bravo ! O que vemos hoje, "faz parte do pacote". E o assunto aventado agora só um pouquinho nêsse nosso espaço, ... lá atráz, a meses passados, quem sabe um ano ou pouco mais que isso, serviu para preencher espaços em noticiários nas emissoras de rádios e televisão da cidade. Apareceu, também, em generosas manchetes nos jornais. Foi matéria extensa e motivo para enquetes junto ao povo e entrevistas com o govêrno atual de Joinville e com especialistas no trato de árvores, vegetação, meio-ambiente. Falávamos todos, lá nàqueles dias que já se foram, sôbre o destino que seria dado às FIGUEIRAS às margens do Rio Cachoeira. Conversa vai, conversa vem, ... E NADA ! Enquete prá lá, enquete prá cá, E NADA ! Campanha política, E NADA ! E segue o marasmo... êta nóis.. enquanto isso, as pobres figueiras, tão defendidas por nosso povo mas desassistidas por não sei quem ou por todos da administração municipal, seguem lutando SEM AJUDA DE NINGUÉM para ficar onde, um dia, outro govêrno local e seus técnicos resolveram colocá-las. A situação agora, em que elas se encontram, nada mais é que uma lenta e angustiante preparação para o propalado e tão desejado corte. Sim ! É isso mesmo. O desejo de cortar, já foi afirmado e até publicado. Mas tem um homem entre nós, de nome Jordi Castan e que escreve no Jornal A Notícia, que sabe muito sôbre CULTIVO E CUIDADOS de árvores, entre outras habilidades relacionadas às plantas e que poderia perfeitamente ser, NO MÍNIMO, fonte de informação e orientação a quem desejasse fazer o que fôr preciso para salvar,segurar, proteger e manter as figueiras exatamente no lugar onde a mais de 12 anos as colocaram. Mas, pelo visto, os conhecimentos que êle possui não interessam. Voltamos ao assunto porque hoje, 11 de 11, terça-feira, um dos jornais da cidade publicou uma foto mostrando num ponto crítico da Rua Herman A. Lepper, algumas figueiras lutando para se manter em pé... sózinhas... abandonadas. É de indignar e insensibilidade e o descaso. E NINGUÉM FAZ NADA ! Uma pergunta: Existe mesmo em nossa cidade alguma instituição defensora do meio ambiente ? Mas se existe, por favor,... FAZ O QUE ? Certamente e ao que parece, faz protesto... nêsse caso é bom preparar faixas, bonés, camisetas e textos para que divulguemos e promovamos as "passeatas" de lamento pela sofrida e angustiante queda e consequente corte das figueiras. Mas, se me permitem, posso assegurar, com toda convicção de minha alma: Não farei parte dessa encenação que neste momento é puramente imaginária. Mas não duvidem, ... pode até acontecer mesmo ... nossa indiferença, nos enfraquece. Que pena !!! ET. Torço para que as figueiras consigam manter-se em pé até pouco depois da posse do Sr. Carlito Merss... Quem sabe êle faça amanhã, o que hoje parece tão difícil...

Nenhum comentário: