23 de ago de 2009

AONDE VOCÊ VAI SEM DEUS ? - PAIS E FILHOS

Olá meus amigos ... No rádio, por onde minha vida tem passado todos os dias e já faz tempo, sempre que podia e mediante permissão prévia, ocupava espaços que considerava úteis para inserção de mensagens de influência, estímulo, orientação e reflexão de tantos quantos à essa intenção se apresentassem. No desempenho de minha atividade profissional, por onde passei, fiz isso. A essa altura do campeonato, porém, sem ir "muito ao mar nem muito às rochas", nosso compromisso na emissora ficou bem mais ameno, comedido. As ações são limitadas e as iniciativas não são minhas. Ainda assim, temos feito alguma coisa. Sempre numa boa ! Com respeito e de forma bem natural. Agora o meu "trampo" ficou assim: Vou ao trabalho, começo, executo, encerro, deixo um abraço, volto amanhã. E mais meu camarada. O tempo no ambiente também reduziu. Para quem defendia e atacava, trabalhar no meio campo é semelhante a uma "soneca" depois do almôço. Não sou muito chegado, mas fazer o que ? Bem, vamos voltar agora àquêles espaços que falei no início. Nêles, por iniciativa pessoal e devidamente autorizado, produzia e encaminhava textos de teor ou tema diferenciado para gravação, montagem, e programação. Mesmo não sendo a pessoa mais indicada para falar sobre os efeitos benfazejos dêsses "promocionais vivenciais", por ser eu mesmo o "pai das crianças", não me falta, contudo, disposição para dizer que êles só fizeram bem, só ajudaram os ouvintes e só conceituaram as emissoras onde foram veiculados. Sinto falta dêles ou até de outros, mas de conteúdos iguais ou semelhantes, enfocando A VIDA COMO UM TODO. Da concepção e infância indefesa e desamparada, até a velhice esquecida e prêsa numa amarga solidão. Muita coisa nêsse sentido poderia perfeitamente continuar a ser feita sem nenhum prejuizo para o veículo. Havendo dúvida ou simplesmente para aumentar um pouco mais o faturamento/mês, as inserções de alcance social como comentamos acima, podem sim, desejando, ser patrocinadas e com bons e animadores resultados, não só ao veículo como também ao patrocinador. Embora existindo essa possibilidade, a produção e veiculação que fazíamos não tinham custo algum. Essas, dentre outras tantas coisas nos meios de comunicação social, poderiam estar sendo estudadas, preparadas e executadas, fazendo bem ao povo, gerando preferência, conceito, credibilidade. Observe e leia a seguir, um texto modesto que elaboramos e foi para o ar numa das emissoras da cidade durante certo período (é que sempre tínhamos mais que um texto. Eram diferentes e revesavam-se) ...
"AONDE VOCÊ VAI SEM DEUS" .... Mesmo sem ser fisicamente forte ou fraco, o ser humano pode ser corajoso, determinado, imtempestivo e inconsequente. Ainda que seja valente e impetuoso, o ser humano parece desconhecer que, como tudo na vida, sua força é limitada e sua estrutura perecível. Mas quando cai em sí e consciente reconhece sua pequenêz e dependência, buscando em Deus a luz do entendimento existencial, seus dias passam a testemunhar ações fraternas, solidárias, cordiais e afetivas. Essa mudança vem de Deus e confirma Suas Palavras nos capítulos 2 e 3 de Provérbios. Leia e medite: Afinal, ... AONDE VOCÊ VAI SEM DEUS ?
Pode crer: Um texto assim, nos faz pensar. Pode ler mais um ? OK ......
"PAIS E FILHOS" ................
"... Todos àquêles que são ou que um dia forem pais, deveriam desejar conhecer os valores fundamentais implícitos tanto na paternidade quanto na maternidade. Ser pai e ser mãe, é coisa séria. AMAR é o princípio básico. O respeito à vida ensina que toda criança precisa nascer e crescer no amor e na disciplina. Ações praticadas com equilibrio, temperança e zêlo, são preciosas e capazes dos melhores resultados. A educação e preparação para a vida, começa dentro de casa. Espancar, ferir, machucar, não é educar. Não respeitar a inocência e a fragilidade de uma criança É CRIME. Não permita que passe fome ou sêde. Que não tenha o que vestir ou um lugar para dormir. Não a ofenda com palavrões, não a humilhe, não a deprecie, não a desampare. Não a faça sofrer ... "O justo caminha na integridade. Felizes os filhos que o seguirem" ... Prov. 20:7 =
Nos meios de comunicação social, ... e na política, havendo boa vontade,.. dá prá fazer ...

FORÇA INTERIOR -

Olá amigos . . . Isso às vezes é explicável, às vezes não ! É que este poder, não vem "de" pessoas, mas "na" pessoa. É coisa que "está" no individuo, no ser humano. Muitos, no revés, até parecem os elefantes. Não sabem a força que possuem. Daí, quedam-se vencidos diante do infortúnio. Os que se descobrem aptos à luta, mesmo quando ao redor o grasnar dos "corvos" seja agourento, perverso e incessante, conseguem sobrepor-se aos "arautos da desgraça" superando os mais lúgubres comentários e nefandas previsões. A atitude corajosa dos que não se deixam abater, inquieta e perturba "os mensageiros do mal", sempre tendenciosos, preocupados e extremamente incomodados com o trabalho alheio e o êxito sequente. A FORÇA INTERIOR, energia misteriosa, muito da gente, que "êles" também tem mas na pobresa mental em que vivem, sequer sabem que existe, possui poder para eliminar e dissipar os mais desairosos comentários e calúnias, desmascarando o mentiroso maledicente e revelando ao natural à sociedade quem é este,... quem é aquêle. "Quando João fala de Pedro, sei mais de João, do que de Pedro" ... É uma assertiva que merece crédito. Lembrar dela, diante de uma "boa" pessoa ou de um "bom" amigo, "dàquêles" sempre muito bem informados é, com certeza, uma ação previdente, necessária e defensiva. É como aplicar em si mesmo, uma espécie de vacina contra raiva ou um soro antiofídico. Mas não descartemos, por conta disso, o antídoto contra angústia, desânimo, tristeza e principalmente derrota, que pode vir sim, de alguém de boa índole e coração sincero. Quando os torcedores da destruição, que só aparecem vestidos de santidade, estiverem rindo como as hienas e felizes em suas ações malevolentes, é preciso decepcioná-los levantando-se dentre os escombros e com extraordinário poder de superação fazer TUDO do NADA, aniquilando as adversidades e desmontando toda trama urdida em meio às sombras, para dissipar sonhos e justos ideais. Nêsses, nos "pregadores de justiça" (fajutos), o maior inconformismo é ter que constatar nos outros, uma FORÇA INTERIOR que nem mesmo suspeitavam existir. Desarmados, curvam-se diante do espírito vencedor tão severamente atacado para admitir, que só um movimento de perseverança contínua, otimismo imbativel e energia vital, faz brotar da experiência adversa, uma vitória buscada e merecida... (Vivi essa experiência entre 1990/91 e uma parte de 2000 e outra de 2001. Essas aves existem. Para alçar vôo, sustentam-se nos ombros de alguém. São perigosas. Piores que o "carcará" que pega, mata e come. Mas felizmente são finitas. Cêdo ou tarde se acabam... Contudo virão outras... e segue a luta. Se você crer na força interior que possui, LUTE ! E acredite... VOCÊ VENCERÁ !!! ...

1 de ago de 2009

FUNDAÇÃO 25 DE JULHO = DIA DO COLONO

Olá amigos ... Estivemos na Festa do Colono e no XV Encontro Municipal de Mulheres da Área Rural, na Fundação 25 de Julho, em Pirabeiraba. Foi um domingo de chuva e frio. Mas só do lado de fora. Onde estávamos, em uma das amplas dependências da fundação, tínhamos boa receptividade, a companhia de pessoas amigas e muito calor humano. A Banda do 62 BI abrilhantou a parte inicial da festividade e, inclusive, com o Hino Nacional Brasileiro na abertura oficial dos eventos. Entre as autoridades presentes, os secretários Eni Voltolini (PP) e Marquinhos Fernandes (PT), do desenvolvimento e educação respectivamente, Rosimeri Costa, da Assistência Social, mais os vereadores Manoel Bento e Bellini Meurer (PT), James Schroeder (PDT) e Zilnete Nunes (PP/em viagem ao exterior, se fêz representar). Rivelino, Presidente da Fundação 25 de Julho, com boa palavra destacou o crescimento da produtividade no meio rural, a resistência às especulações imobiliárias e o Plano Municipal de Desenvolvimento sustentável. O Prefeito Carlito Merss, que só este ano já visitou a Fundação 25 de Julho, por cinco vezes, enalteceu a perseverança e a dedicação do homem e da mulher do meio rural e a dedicação extremada para o alcance do melhor resultado em seus empreendimentos no labor da terra e na produção colonial. A ministra Nilcéia Freire, da Secretaria Especial de Política das Mulheres, instituida em 2003 por iniciativa do Presidente Lula, prestigiando os trabalhos comemorativos, falou sôbre a campanha "VIVER SEM VIOLÊNCIA" - Direito das Mulheres do Campo e da Floresta. Comunicativa e simpática, a ministra foi bem recebida por todos. A vereadora Zilnete Nunes, em viagem de comprometimento firmado e intransferível ao exterior, fez-se representar e foi citada na solenidade que abriu o acontecimento. Caso aqui estivesse, Zilnete lembraria, com certeza e de nôvo, a importância do justo incentivo dos govêrnos, às aspirações produtivas das familias do campo. Confirmaria sua confiança na dedicação diária das laboriosas comunidades do meio rural, a cada dia incansáveis no trato da criação e no dedicado trabalho da terra. Zilnete costuma dizer: "Nas mesas da cidade, o suor que vem do campo. Políticas públicas e justas de incentivo e reconhecimento ao trabalho do agricultor não podem ser omitidas" ... defende a vereadora ...
OBS.: Na foto, a Secretária Assist. Social, Rosimeri Costa c/a Ministra Nilcéia Freire -