15 de nov de 2008

O "VELHINHO" SEMPRE VEM ?

Alô pessoal ... Os dias vão passando, natal chegando, comércio calculando ... Aí em cima, temos o complemento de uma frase de uma canção de natal. Ela, inteira, é assim: ..."seja rico, seja pobre, o velhinho SEMPRE VEM"... a frase é bonita. Porém, não diz a verdade. Mas as canções natalinas são muito bem feitas. São festivas, adultas, infantis, faceis de decorar e cantar. Existem composições populares e sacras. Alegram, sensibilizam, comovem emocionam. Inteligentes, com bons intérpretes, instrumentistas, corais e um povo universal que canta feliz, elas seguem abrilhantando o mais importante fato comemorativo de todos os anos. O NATAL ! E há mesmo, nêle, no natal, UM MOTIVO de júbilo. JESUS ! Não fôsse ÊLE, não haveria natal. Pode observar. Falamos no fato, nos envolvimentos, na festa, no tradicionalismo, nos preparativos, presentes, viagens, visitas, etc... e só lá, bem lá na frente, é que finalmente cai a ficha. Lembramos que O Anunciado já chegou. Ainda bem que ainda há tempo. Rememoremos Sua natalidade. Seu nascimento. Há um aniversário. Temos, de fato, porque nos alegrar. Pois alegremo-nos ! As coisas velhas já passaram, eis que tudo se fêz nôvo. Ainda bem que percebemos. De fato, o melhor presente já está entre nós. Queiramos ou não, gostemos ou não, aceitemos ou não... ÊLE VEIO... Êle SEMPRE vem ! Sua doutrina é de VIDA. Tem amor por todos e paz para todos. São dádivas eternas. Para usufruir ou não, eu e você precisamos tomar uma decisão LIVRE E PESSOAL. Mas ... e o "velhinho" ? Sim ... o Papai Noel ? Bem, êsse... Infelizmente nem sempre vem. Tem sido alegria de todos os tamanhos, mas também tem sido tristeza de todos os tamanhos. É que, a noite de natal, de tanta alegria para tanta gente, já foi e tem sido ainda, de muita tristeza prá muita gente. Mas não por causa do aniversariante sôbre quem falamos um pouquinho linhas antes. Esse, seguramente ESTÁ PRESENTE. Mas nem todos percebem. O desencanto natalino está é na AUSÊNCIA do velhinho. Olhinhos inocentes, cheios de ansiedade, olham e olham o nada, com uma esperança feliz que vai se entristecendo aos poucos,até terminar em lágrimas doídas e sem fim que a vida jamais enxugará. O velhinho não veio. Nem sempre êle vem. Porisso, tenho nada e tenho tudo contra êsse velho "distraido" que não vai ao encontro de todos àqueles que esperam, esperam e esperam por êle e êle não aparece. Sei muito bem como é isso. Viví um 24 de dezembro noturno, triste, lacrimejante, sofrido. Via crianças prá lá e prá cá com presentes e alegria diante de minha casa, enquanto na soleira de minha porta, sentada ao meu lado, com a tristeza gritando em seus olhos, minha filhinha perguntava: Pai,... o velhinho vem ? O velhinho sempre vem ? Prá ela, só em fevereiro do ano seguinte é que veio, não o velhinho, mas a alegria que naquêle natal ela não pôde ter... Só que não era a mesma coisa. Não era mais natal !No caminho para êle, para o natal, penso que talvez a partir de outubro, crianças do país inteiro escrevem cartinhas para o Papai Noel pedindo e sonhando em ganhar um presente de natal. Milhares de crianças tem suas cartinhas "adotadas" e, por certo, receberão o que esperam. Outras milhares, porém,, não tem sequer a chance de que suas cartas sejam pelo menos lidas. Nem isso acontece !. Milhares, brincam riem e cantam. Milhares, não brincam, não riem, não cantam. Se entristecem e choram. Lá em cima, bem no começo, falamos sobre uma frase de uma canção de natal. A mesma canção tem ainda, entre outras, uma frase que diz..."Eu pensei que todo mundo fôsse filho de Papai Noel" ... Você também pensou ? Não simpatizo com êle. Encanta e desencanta. Ao tempo em que tráz alegria, deixa um vazio de tristeza. Para milhares de crianças, O VELHINHO NUNCA VEM ! É propaganda enganosa. Muitas crianças só saberão disso, entristecidas, no natal . . . Se quiser, pode dar sua opinião pessoal sôbre o assunto. Faça seu comentário. Grato .....

Nenhum comentário: