30 de nov de 2008

INUNDAÇÃO - DESTRUIÇÃO - SOLIDARIEDADE -


Olá amigos... o estado catarinense ainda vivendo quadro desolador, de consternação coletiva, ergue-se corajoso para a reconstrução. As horas e dias de grande tensão, angustia e sofrimento de difícil avaliação, esperamos, já tenham, de fato, passado. Não há, até aqui, na história dêste pedaço do chão brasileiro, nenhum registro de um acontecimento do porte dêsse que tivemos que vivenciar bem recentemente. A escalada dos alagamentos por vários municípios catarinenses vem de longe e sempre foram preocupação e temor entre as comunidades. Desta vez, todas as experiências já amargadas por muita gente, foram vencidas e superadas pela realidade incontrolável do que antes parecia ser tão somente um"aguaceirão" diferenciado, pouco além do normal. Dedução errada. O que passávamos a ver, trazia inquietação e mêdo. Uma chuva "zangada",vigorosa, contínua, depois intermitente, começou a preocupar e a exigir atenção e movimentos de defesa da parte de todos, por apresentar-se com um jeito diferente, parecendo anunciar consequências dramáticas para várias regiões, cidades e impressionante número de famílias. O que se viu em seguida foi a água subindo assustadoramente, ganhando volume, força e poder de destruição. Estávamos começando a testemunhar novo e iminente flagelo, que se confirmaria logo em seguida. Campos, estradas, pontes, encostas, sem resistência para deter o fenômeno, entregavam-se à sua ação avassaladora. O meio rural, com suas casas, estábulos, galpões, ração animal, máquinas e equipamentos, tomado pelas águas. Foi pequeno o número de animais mantidos no campo que conseguiu sobreviver. Pelos bairros das cidades consideradas de pequeno, médio ou grande porte, a chuva forte e persistente parecia querer mostrar onde quer que estivesse, a sua disposição de abalar e destruir. E fêz isso ! Bairros invadidos por completo. Casas inteiramente dominadas pelas águas e famílias em fuga sem nada poder salvar. A grande maioria perdeu tudo o que levou anos para conseguir. Casa, móveis, eletrodomésticos e outros pertences. Temos, lamentavelmente, pessoas desaparecidas e mais de 100 mortes já anunciadas. A tragédia que volta a flagelar e fazer sofrer milhares de familias catarinenses, desta vez foi maior que das vezes anteriores. Não obstante o ferimento que não para de doer e sentindo o impacto do novo golpe sofrido, volta, com admirável coragem, a reerguer-se Santa Catarina nos braços da solidariedade brasileira. E a ajuda ao povo catarinense vem de todos os estados. Crianças, adultos, idosos, associações, igrejas, empresas, condomínios, lojas de departamentos, comercio em geral, clubes esportivos e sociais, rádios, jornais, televisões, além de outras louváveis iniciativas, empenham-se com emocionante dedicação em buscar todo o auxílio possivel e necessário para o recomeço de toda nossa gente. O momento é mesmo êsse. É de ajuda. A adversidade é sempre amarga, complicada e difícil de ser administrada. Mas quando nos sentimos estimulados pela força SOLIDÁRIA do povo reagimos, levantamos, RECONSTRUIMOS. Venha você também, participar da reconstrução dos sonhos de nosso povo. Saiba como ajudar, acessando... http://www.voluntariosonline.org.br/ ... E AJUDE !!! É grande a necessidade de roupas de uso pessoal para crianças e adultos, travesseiros, colchões, lençóis, cobertores, acolchoados, alimentos não perecíveis e COMIDA PRONTA, leite, água, bolachas e biscoitos doces e salgados, sucos, cereais, aveia, achocolatados em pó ou líquido, enlatados tipo sardinha e salsicha, produtos de higiene pessoal, produtos e materiais de limpeza, toalhas de rosto e banho, e produtos para crianças (mamadeiras, fraldas, roupas) ... entre outros. Nós ajudamos, o povo agradece, Deus documenta. A reconstrução já começou. NÓS VAMOS CONSEGUIR !!! Querendo, faça seu comentário ... Deixe seu coração falar ... Grato.

Nenhum comentário: