8 de fev de 2009

NEM VEM, QUE NÃO TEM !

Olá amigos . . . O prefeito Carlito Merss, foi visto contemplando admirado a lista, que não é fraca, de imóveis do município que foram emprestados (ou permissionados) à terceiros pela Prefeitura de Joinville. Quem flagrou a cena diz que êle não conseguiu disfarçar ou esconder a indignação e o inconformismo diante do expressivo número de áreas emprestadas. Ainda mais, porque, enquanto isso vinha (e vem ainda.,..) acontecendo de um lado, de outro , (enquanto empresta), o município paga aluguel para determinados órgãos. E isso sem que se considere a dificuldade para a aquisição de boas áreas para construção de escolas. O documento chegou agora às mãos do prefeito, mas fez parte dos relatórios passados na transição pelo govêrno anterior. É uma "senhora" lista de empréstimos. Supera a marca de 200 imóveis entregues para uso de igrejas, associações de moradores, clubes esportivos, sindicatos... Tá explicado porque é tão difícil "desencantar" em qualquer ponto da cidade, áreas bem localizadas para edificação e instalação de complexos escolares ou de saúde para benefício da comunidade. As áreas estão "ocupadas"... cedidas que foram por corações samaritanos... fazer o que ? Mas o prefeito observou, também, que a maioria das concessões aconteceram por prazo indeterminado. Isso quer dizer que elas podem perder a validade a qualquer hora, de um momento para outro. E tem mais: Entre elas, tem muitas com prazo de concessão vencido. E ainda no campo dessas "benésses do poder", comenta-se, também, a existencia de salas cedidas para utilização de terceiros em prédios alugados, mantidos pela prefeitura. Nêsse aspecto, senão mudou ainda, pela reação do prefeito Carlito, certamente mudará. O "vem que tem" não tem mais. Acabou. Agora só há um jeito: Começar a cantarolar um novo refrão. "Nem vem, que não tem"... É que todas as coisas, duram só um certo tempo. Um certo tempo. E não todo o tempo .....

Nenhum comentário: